A gestão financeira é, de fato, um dos principais pilares que sustentam as empresas, através de um conjunto de procedimentos e ações administrativas vinculados à análise aprofundada, controle e planejamento de todas as atividades financeiras da empresa. No entanto, o que muitos não sabem, é que isso vai muito além da compra e venda de produtos ou, ainda, de contas a pagar e a receber.

                Para que você não tenha mais dúvidas e entenda o que é necessário para realizar uma boa gestão de finanças no seu pet shop ou clínica financeira, preparamos um material especial. Vamos por partes! 

Qual a importância da gestão financeira?

                A ausência de informações financeiras importantes, como saldo de caixa, contas a pagar e receber, valor dos estoques e volume de vendas, por exemplo, é um cenário que pode dificultar a gestão completa do seu pet shop – e isso interfere em toda a organização e rendimento do trabalho.

                Seja para clínicas veterinárias, pet shops ou qualquer ramo de atuação, a gestão financeira anda lado a lado com toda a organização da empresa. É ela que é responsável por administrar corretamente todos os recursos financeiros que entram, saem e movimentam seu negócio, assim como viabilizar o fortalecimento da empresa, com possível redução de gastos desnecessários e correta destinação dos recursos – avaliando o que ou não importante no setor.

                Por isso: quanto mais eficiente e ativa for sua gestão, maiores serão a qualidade e os resultados alcançados pelo seu pet shop ou clínica veterinária. 

Principais tópicos da gestão

                Os principais tópicos que integram o controle da gestão financeira do seu pet shop ou clínica veterinária podem ser considerados o DRE, lucratividade, fluxo de caixa e margem de contribuição. Todos andam lado a lado e requerem sua atenção no gerenciamento completo do seu negócio. Lembre-se: na realidade do mercado atual, é necessário ser ágil, com bom rendimento do trabalho, ao mesmo tempo em que a gestão financeira deve caminhar junto.

. Lembre-se: na realidade do mercado atual, é necessário ser ágil, com bom rendimento do trabalho, ao mesmo tempo em que a gestão financeira deve caminhar junto.

, ao mesmo tempo em que a gestão financeira deve caminhar junto.

                Enquanto o DRE (Demonstração do Resultado do Exercício) atua como uma demonstração contábil destinada a evidenciar a formação do resultado líquido em um exercício, a lucratividade é um indicador utilizado para apontar o ganho do seu pet shop em relação às atividades diárias, mensais ou anuais.

                Paralelo a isso, o fluxo de caixa é uma das ferramentas mais usadas como instrumento de gestão financeira, pois diz respeito ao montante de caixa recebido e gasto por seu pet shop durante um período de tempo definido. Já a margem de contribuição é o quanto sobra da receita obtida com as vendas do seu negócio – após o pagamento dos custos e despesas variáveis.

                Essas são suas definições, mas você sabe como usar?

Assista nosso webinar e descubra!

                Na última semana, gravamos nosso primeiro webinar sobre esse tema, abordando as principais informações relacionadas aos tópicos:  DRE, lucratividade, contas a pagar e receber, fluxo de caixa e margem de contribuição.                

Clique aqui e acesse o conteúdo completo para organizar uma gestão financeira eficiente no seu pet shop ou clínica veterinária, e alcançar resultados surpreendentes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *